Dieta Dukan, Dieta do Dr. Atkins, Dieta da Proteína

Home/Nutrição/Dieta Dukan, Dieta do Dr. Atkins, Dieta da Proteína

Dieta Dukan, Dieta do Dr. Atkins, Dieta da Proteína

Vantagens, desvantagens, diferenças e conclusão.

Hoje vou esclarecer as vantagens e desvantagens da Dieta Dukan e Dieta do Dr. Atkins (dieta da proteína).

A base alimentar de dietas da proteína é o consumo de alimentos ricos em proteína, como carne e ovos, por exemplo, e na exclusão de alimentos ricos em carboidratos. Falando em base, vamos começar com a primeira delas, a Dieta do Dr. Atkins.

 

A Dieta do Dr. Atkins (ou Dieta Atkins)

Como funciona a dieta do Dr. Atkins?

A Dieta do Dr. Atkins, também conhecida como dieta da proteína ou cetogênica, foi desenvolvida pelo cardiologista americano Robert Atkins nos anos 60. Seu objetivo principal é auxiliar na perda de peso de forma saudável e sem passar fome. Consiste basicamente em reduzir drasticamente a ingestão de carboidratos, dando ênfase maior para o consumo de proteínas em todas as refeições.

A ideia de limitar o consumo de carboidratos seria alterar o metabolismo de utilizar glicose como forma de energia para utilizar gordura armazenada. Esse processo, também chamado Cetose, inicia-se quando os níveis de insulina estão baixos – em pessoas normais, esse níveis estão baixos quando os níveis de glicose (açúcar) no sangue estão baixos (geralmente antes de comer). Níveis baixos de insulina levam a lipólise (quebra de gordura), que consume gordura para produzir corpos cetônicos (daí o nome dieta cetogênica). Também nesse processo, a redução da fome, prometida pela dieta, pode ser alcançada, já que não há limite para o consumo de calorias, pela liberação da colecistocinina, e talvez pela longa duração da digestão (gorduras e proteínas demoram mais para serem digeridas do que carboidratos).

A dieta do Dr. Atkins incentiva a ingestão de alimentos de origem animal, como carnes, ovos, peixes, bacon, embutidos, queijos amarelos etc. A dieta Atkins é na realidade composta de quatro dietas explicadas abaixo: a de indução (à cetose), a fase mais restritiva; a de Perda de Peso Contínua (PPC), que se destina a manter a perda de peso no longo prazo; a fundamental dieta de Pré-Manutenção, uma preparação para a manutenção; e a dieta de Manutenção, onde a pessoa vai encontrar um ponto de equilíbrio de quanto pode ingerir de carboidratos para se manter esbelto e sadio durante a vida.

Dieta da Proteina

As quatro fases da Dieta do Dr. Atkins (dieta da proteína):

Etapa 1: INDUÇÃO

Esta é a etapa mais restritiva da dieta. Ela dura 14 dias e o objetivo é fazer o corpo entrar rapidamente no estado de cetose, e perder peso aceleradamente. Esta fase da dieta não é apropriada para mulheres grávidas e pessoas com doença renal grave. Algumas regras da etapa de Indução, que prepara o metabolismo para a próxima etapa de PPC:

A dieta não deve conter mais de 20g de carboidratos por dia. No caso da maioria das pessoas, a indução da cetose/lipólise pode ser conseguida com esse consumo, que permite, aproximadamente, 3 xícaras de verduras de salada (frouxamente arrumadas, não compactas) ou 2 xícaras de salada comum, mais 2/3 de xícara de verduras cozidas na categoria abaixo de 10% de carboidratos.

Se o alimento não está na dieta, não se deve ingeri-lo. A racionalização “só esse pouquinho não vai fazer mal” é o beijo da morte nesta dieta. A dieta consistirá de proteínas puras (não muitas delas existentes na natureza, contudo), gorduras puras (isto significa que manteiga, azeite de oliva e maionese são permitidos) e combinações de proteína e gordura (esta é a viga mestra da dieta). Nela não estão alimentos que são proteína-e-carboidrato e gordura-e-carboidrato, porque os carboidratos estão fora desta dieta. A fase de indução é normalmente quando se vê a perda de peso mais significativa.

Etapa 2: PERDA DE PESO CONTÍNUA (PPC)

Esta etapa consiste numa fase mais liberal da dieta, onde o indivíduo vai descobrir qual é o maior consumo de carboidratos que corresponde a sua capacidade metabólica individual de continuar a perder peso. Ou seja, qual é o peso máximo de carboidratos que ele pode consumir para continuar a perder peso até atingir o seu ideal, é o chamado “Nível Crítico de Carboidratos para Perder Peso” (NCCPP). Um dos princípios desta fase diz que a taxa de perda de peso é em geral proporcional à exclusão de carboidratos, portanto, para continuar a redução de peso, deve-se continuar com a baixa ingestão de carboidratos, a diferença é que agora o indivíduo pode fazer testes e descobrir qual é o nível máximo de carboidratos que ele pode ingerir ao mesmo tempo em que ainda perde peso, o NCCPP. Acima deste ponto crítico a pessoa não perde mais peso e pode até engordar, abaixo dele, continua a redução de peso. O autor sugere aumentar a quantidade inicial de 20 gramas de carboidratos com incrementos de 5 gramas para que não haja modificações drásticas na cetose/lipólise que o metabolismo está habituado a fazer.

A taxa de perda de peso é menor a partir desta fase, e reduz ainda mais à medida que o indivíduo se aproxima do seu peso ideal, podendo esticar esta etapa por meses até entrar na etapa de manutenção. Isso significa que as pessoas que têm muitos quilos a perder, devem acrescentar o mínimo de CHO (carboidrato) à dieta de Indução. Nesta etapa, o autor aconselha aos que têm maior dificuldade de perder peso, a fazer de 2 a 3 dias de jejum com gordura, ou seja, alimentar-se basicamente de alimentos ricos em lipídios, com 5 porções de 200g de alimentos gordurosos como torresmos de toucinho de porco e abacate.

Etapa 3: PRÉ-MANUTENÇÃO

Esta fase da dieta prepara o metabolismo a manter o peso conquistado sem maiores perdas de peso. Por este motivo, o autor aconselha aos indivíduos que ainda desejam perder 5kg ou mais, permanecerem por um maior período de tempo na etapa de PPC até que reste em torno de 2,5kg para atingir o seu objetivo. A partir de agora quanto mais tempo levar para perder estes últimos 2,5kg, melhor. A pessoa deve aumentar o consumo de carboidratos até perder no máximo meio quilo por semana. Um dos pontos principais na Pré-Manutenção é que o indivíduo pode abrir exceções nas dietas de indução e PPC e ainda continuar a perder peso, embora lentamente. O Dr. Atkins sugere começar com um ou dois desvios por semana, tais como uma fruta ou um prato à base de amido – um prato de arroz integral ou uma batata ao forno por semana. Ao chegar ao peso ideal e ao nível de Manutenção, o paciente deve estar saboreando três dos desvios seguintes: um copo de vinho, duas fatias de pão integral, ou meio melão por dia.

Nesta fase e na etapa seguinte de Manutenção, deve-se ter bastante atenção para dois pontos cruciais: a dieta de Manutenção ainda tem que ser muito rigorosa e, especialmente, que sem cetose/lipólise desaparece a vantagem da eliminação da gana de comer. Quando as pessoas não se dão conta disso acabam recuperando o peso muito mais rápido do que perderam, pois estão sentindo vontade de comer, o que é diferente de fome.
A Pré-manutenção é a etapa mais importante da dieta, pois enquanto realizada, a vantagem da cetose começa a desaparecer e a pessoa se habitua a comer o suficiente, sem empanturrar-se. Deve-se acrescentar os carboidratos muito lentamente, sem pressa de chegar à fase de Manutenção, sabendo que nenhum peso ideal é constante, da mesma maneira que ninguém é constante.

Etapa 4: MANUTENÇÃO – Para toda a vida

Quando atinge esta etapa da dieta o indivíduo já alcançou o seu peso ideal ou objetivo, ela serve então para que ele seja mantido pelo resto da vida. A partir daqui a pessoa deve ter bom senso e se perguntar “com que nível de consumo de carboidratos eu me sinto melhor?”.

Mesmo após um novo Nível Crítico de Carboidratos Para Manutenção – o NCCPM, aquele em que o indivíduo começa a ganhar peso –, a liberdade é pequena. Tipicamente o indivíduo permanece com uma ingestão entre 40g e 60g de carboidratos ao dia. Ingerir mais de 40g implica impedi-lo de perder mais quilos e tornar-se magro demais; comer menos de 60g evita a recuperação do peso.

O autor recomenda fortemente que a pessoa sempre saiba o seu peso. Recomenda adquirir uma balança e pesar-se diariamente ou, no mínimo, 4 vezes por semana para ter um controle do seu peso e assim ter uma manutenção bem sucedida. Se perceber que passou de 2,5kg de seu peso ideal a pessoa, segundo Atkins, deve então voltar imediatamente à fase de Indução da dieta e não retornar ao ponto de Manutenção sem perder primeiro tudo que recuperou. Para sucesso permanente, bastaria simplesmente intercalar a dieta de indução rigorosa entre o ganho de peso e o eventual retorno ao nível de Manutenção. Quando isso não é feito, é provável que se recupere aos poucos os quilos perdidos.

Dr Atkins

Vantagens da dieta do Dr. Atkins:

  • Diminuição da resistência à insulina;
  • Você utiliza a reserva de gordura corporal, promovendo rápido emagrecimento;
  • Controle da hipoglicemia reativa, normalizando os níveis glicêmicos, prevenindo hiperinsulinemismo;
  • Previne a hipertensão arterial;
  • Melhora dos problemas cardiovasculares e endócrinos;
  • Regulação dos controladores de apetite a curto prazo;
  • Aumento da liberação de colecistocinina (CCK) no aparelho digestivo, exercendo importante papel na saciedade;
  • Redução rápida de peso.

 

Prejuízos que podem ser causados fazendo a dieta do Dr. Atkins:

  • Dietas hiperlipídicas possuem pequena adesão com o passar do tempo e, quando abandonadas e seguidas de alimentação normal, aumentam a eficiência metabólica e promovem obesidade;
  • Não há nenhuma evidência que a dieta rica em proteína e gordura seja particularmente termogênica;
  • Existe perda de massa magra (massa muscular);
  • Diminuição da taxa metabólica basal;
  • Desidratação e depleção das reservas do glicogênio (reserva energética);
  • Risco aumentado de cálculos biliares;
  • Hipercolesterolemia (conhecido como “colesterol ruim alto”);
  • Constipação (prisão de ventre);
  • Dor de cabeça,
  • Mal hálito;
  • Diarréia;
  • Fraqueza geral;
  • Prejudica a memória;
  • O grupo amina contido nos aminoácidos que compõem as proteínas é eliminado pelos rins. O excessivo consumo de proteínas pode ocasionar aumento significativo na quantidade de amina a ser eliminada promovendo, consequentemente, sobrecarga renal a longo prazo.
  • Desconforto gástrico
  • Eleva as concentrações urinárias de cálcio: a hipercalciúria é uma consequência do crescimento da produção de ácido que ocorre durante a oxidação de aminoácidos sulfurados.
  • Hipovitaminose (falta de vitaminas no organismo)

 

Dieta Dukan

A Dieta Dukan, também baseada na drástica redução do consumo de carboidratos e priorização de proteínas e gorduras, foi criada pelo francês Pierre Dukan e publicada no ano 2000, obtendo maior sucesso depois de 2010 após a tradução do seu livro para o inglês.

Assim como a Dieta Atkins, a Dieta Dukan também contém quatro fases (Ataque, Cruzeiro, Consolidação e Estabilização) e traz algumas pequenas alterações: a Dieta Atkins permite todos os tipos de proteína enquanto a Dieta Dukan não prevê o consumo de proteínas com alto teor de gordura. Os legumes são muito importantes na Dieta Dukan, enquanto a Dieta Atkins é mais restrita quanto ao consumo dos mesmos.

Dieta Dukan

Com pequenas adaptações, a Dieta Dukan pode ser considerada uma releitura da famosa Dieta de Atkins, sendo assim as vantagens e prejuízos da Dieta Dukan muito semelhantes aos da primeira.

 

Dieta da Proteína

Variações da Dieta do Dr. Atkins, como a Dieta Dukan, muitas chamadas Dieta da Proteína, viraram uma sensação no mundo das celebridades. Um relato recente que chamou bastante atenção da mídia foi o da Duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Novas versões dessa dieta continuam a aparecer: George L. Blackburn um pesquisador de Havard especializado em obesidade fez uma nova releitura da dieta da proteína, que é feita à base de suplementos de proteínas essenciais, ou seja, aquela que o nosso corpo não consegue produzir. Essa dieta da proteína utiliza proteínas de alto valor biológico e devem ser magras. Devido a isso é possível ver que por algumas vezes é utilizado o whey protein.

 

Conclusão

As dietas da proteína, como a Dieta Dukan, já conquistaram milhões de pessoas, e segundo o próprio Dr. Atkins, em seu livro, ela se tornou tão famosa porque é eficiente e cumpre o que promete: oferece emagrecimento rápido, pregando que você emagrece sem passar fome.

Existe sim uma perda de peso inicial expressiva, o que pode ter um impacto psicológico interessante em forma de motivação. Porém, isso não quer dizer que você está perdendo gordura. Entenda que perder peso não significa perder gordura corporal. A rotina alimentar dessas dietas é de extremos. Faz você reduzir drasticamente o consumo de carboidratos e ingerir proteínas e gorduras em excesso, você não aprende a se alimentar com qualidade e equilíbrio. Fazendo reeducação alimentar você consegue atingir excelentes resultados, aprendendo a balancear as quantidades consumidas e o valor de cada alimento em sua dieta. Para resultados saudáveis, eficientes e duradouros, consulte sua nutricionista.

Nutricionista Aline de Andrade e Acadêmica de Nutrição Gabriela Pereira

Para consultar nutricionista em Porto Alegre, clique aqui.

 

By | 2017-06-04T13:29:30+00:00 março 16th, 2015|Nutrição|9 Comments

About the Author:

A Nutricionista Aline de Andrade, é graduada pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, mestranda em Ciências da Saúde na UFCSPA e nutricionista do Ambulatório de Nutrição Esportiva UFCSPA.

9 Comments

  1. Fernanda Oliveira 17/03/2015 at 15:44 - Reply

    Já fiz a dieta, perdi 14kg em 2 meses. Mas depois de um tempo ganhei o peso de volta pois não consegui seguir com a dieta, realmente como diz o texto.

  2. Ana Evangelista 26/07/2015 at 01:14 - Reply

    ¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ Pessoal o método de emagrecimento que este site tem com dicas super importantes realmente funciona mesmo, em 4 semanas já consegui perder 6 Kg e sem me torturar fazendo dietas malucas… super indico fimdadietadukan.com.br, vale a pena da uma olhada no site FIM DA DIETA DUKAN 🙂 🙂

  3. Anônimo 23/09/2015 at 13:59 - Reply

    emagrece sim essa dieta dukan!! tudo que eh demais engorda mesmo se nw comer com moderação !!!

  4. Raquel 22/01/2016 at 09:25 - Reply

    Bom dia Dr.
    Comei a dieta dukan, estou no quarto dia (passo hj para fase cruzeiro), só que estou com diarréia desde o segundo dia, isso é normal? Será que devo parar a dieta ?

  5. mona 19/08/2016 at 14:19 - Reply

    (=’:’=)(=’:’=)(=’:’=) Olha, eu estive procurando sobre dieta na internet e encontrei esse site aqui falando sobre esse assunto, gostaria de saber se alguém já obteve resultados e se tem alguma contra indicação? 🙂 (ɔ• .•)ɔ

  6. Andressa 26/10/2016 at 16:41 - Reply

    Estou no segundo dia da dieta e também estou com diarreia

  7. dieta01.com 30/08/2017 at 13:58 - Reply

    🙂

    Esta genial tu redacción y hay cuantiosas información que no conocía que me has aclarado, esta maravilloso..
    te quería reconocer el periodo que dedicaste, con unas infinitas gracias, por
    preparar a personas como yo jojojo.

    Besos, saludos

  8. Resistência jamais tem preço!”, alerta Raquel.

  9. Anônimo 30/06/2018 at 21:45 - Reply

    Eu comprei o livro dele que achei num acervo, fiz a dieta três anos seguidos, para mim foi a melhor coisa que aconteceu, emagreci e ainda tinha uma saúde dos deuses, maravilhosa, porque no livro que ele escreveu está que vc pode comer até um x salada no prato sem pão era ótimo,me sentia andando nas nuvens, só tem que ser seguida as regras que é as vitaminas principalmente a vitamina C em altas doses e também tem que ser feita a dieta durante três anos seguidos para vc não voltar a engordar, pesava 74 passei a pesar 62 kilos , infelizmente minha casa encheu de água e perdi esse livro que dava receitas maravilhosas e como tomar o suplemento vitamínico ,acabei perdendo ele, já procurei em vários acervo para ver se acho mais nunca encontrei, pra mim foi ótimo e se eu o tivesse não venderia a ninguém receitas, simplesmente ajudaria muita gente a ter uma vida saudável e passaria a quem precisasse , pois o que é bom temos que ajudar nosso próximo, todos diz ele morreu do coração,ou ele morreu , gente entende uma coisa ele quiz ajudar muitas pessoas que tinham pobre mas de saúde e muita gente a emagrecer,e vcs queriam que com essa dieta ele fosse eterno, lógico que não simplesmente ele queria ensinar as pessoas a melhorar sua saúde é emagrecer comendo bem, só que para manter essa dieta tem que ter um rendimento bom, pois as coisas que comem e mais mistura e ela é cara, oquei

Leave A Comment

Shares